Comunicado: Adaptação Escolar

Senhores pais e/ou responsáveis e alunos,

A adaptação escolar não acontece apenas quando uma criança vai à creche ou à pré-escola pela primeira vez, mas sempre que se depara com uma nova etapa de ensino ou um novo ambiente, como uma mudança de escola ou de turma. O novo gera insegurança e ansiedade em qualquer idade, na Educação Infantil, esse processo é ainda mais intenso. Saindo de suas zonas de conforto, os pequenos se veem em um ambiente coletivo com regras diferentes das de casa, são estimulados a participar de atividades incomuns ao seu dia a dia e passam a conviver com adultos e crianças inicialmente estranhos.

É esse momento de transição em que a criança vai se habituando à nova rotina longe dos familiares que tem como referência. Dia após dia, ela vai criando um vínculo com os professores, coleguinhas e atividades, sentindo-se cada vez mais segura.

A família por sua vez tem um papel importantíssimo de ajudar e transmitir confiança para seus filhos. Seguem abaixo algumas dicas para auxiliar nesse processo:

* Trazer itens que tenham o cheiro do quarto dele, por exemplo; também vai confortá-lo: pode ser a naninha ou o brinquedo que gosta muito. O objeto de transição o ajudará nesse processo, transmitindo confiança.
* Envolva seu filho, converse sobre a importância da escola e a socialização.
* Se prometer, cumpra. A confiança é o papel mais importante nesse momento.
* Mantenha o equilíbrio entre aconchego e firmeza.
* Prepare-se, porque as primeiras semanas de adaptação deixarão a criança mais sensível. A mudança traz insegurança, medo, frustração, irritação, muitas vezes traduzidos pelo choro. Embora seja difícil ver tudo isso acontecer, pense que aprender a lidar com essas emoções é uma etapa importante do desenvolvimento.
* Se ao deixar, perceber que chorou muito, busque-o mais cedo e vá aumentando as horas gradativamente nos próximos dias.
* Mundo novo, não se assuste se seu filho não continuar com os mesmos coleguinhas. Deixe claro para ele que o contato com os amigos antigos pode ser mantido. E ressalte, de forma positiva, que ele está tendo a oportunidade de ampliar sua rede de amizades e aprender coisas novas. Não se esqueça de perguntar como foi o dia na escola nova e o que você pode fazer para ajudá-lo a se integrar melhor.
* Não deixe a tristeza pegar você de surpresa. Talvez você sinta a dor da separação mais do que seu filho e isso vai causar tristeza. Por isso, esteja preparado para lidar com esse sentimento ou, pelo menos, aceitá-lo.

Atenciosamente,
Equipe COC – Jardim Botânico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *